Até quanto pode ir o preço de uma ação ou de um ativo de renda variável antes de mudar de direção?

depositphotos_79956646-stock-photo-stock-market-activity redimensionado

É preciso ter muito cuidado com esse tipo de pergunta. Pois, normalmente, quem faz esse questionamento é iniciante ou ainda não tem muita experiência na renda variável e espera uma resposta objetiva e que se concretize. Mas o fato verdadeiro é que a maioria das repostas a esse tipo de dúvida é subjetiva e depende muito da opinião e das ferramentas utilizadas ao se fornecer essa resposta.

O meio mais adequado de se encontrar uma resposta é basear a opinião em uma ferramenta de análise, seja ela gráfica, fundamentalista ou de estimações estatísticas. Porém, as análises não tem o poder de mostrar claramente até quanto um preço pode ir na renda variável de forma unânime, mas sim, de mostrar os vários pontos que podem ser alcançados. Pontos estes, que podem ser atingidos ou não. Então você precisa saber o que fazer se não forem atingidos. O ideal é trabalhar com padrões de reversão, que, se confirmados, sinalizam uma mudança de tendência.

É um erro tentar caçar os topos e fundos nos preços antecipadamente, principalmente sem trabalhar com uma margem de stop. Pode ser que você erre a maioria dos pontos de entrada sem ter por trás um respaldo analítico para entrar numa operação de renda variável.

Análises de longo prazo também são muito difíceis de se realizar. A não ser que o objetivo seja segurar um ativo de renda variável com base em fundamentos e na geração de renda. Nesse caso, sua análise pode durar por mais tempo e só muda se houver uma mudança de fundamento ou na distribuição dos lucros. Então, para objetivos de curto prazo, o mais apropriado é fazer a análise do próximo passo a cada movimento do preço.

Se você acompanha e faz a análise a cada movimento você aumenta a precisão sobre qual será o próximo objetivo, uma alta ou uma baixa. Já em análises de prazos maiores, para determinar a extensão de uma tendência de redução ou de crescimento dos preços, você precisa trabalhar com cenários, que precisam ser concretizados para que haja a realização ou aproximação do objetivo traçado. Ou seja, você acaba tendo que fazer estimações sobre outras estimações e isso reduz o potencial de acerto.

Portanto, para saber até onde um preço pode ir você precisa acompanhar o mercado e ir ajustando as suas análises com novas informações por um processo dinâmico e nunca estático. Isso faz com que até mesmo as análises de longo prazo sejam alteradas com o tempo e aumentem a sua confiabilidade. Então se alguém disser, por exemplo, que o preço de um ativo pode elevar ou reduzir em x% em espaço prolongado de tempo pode ser que tenha que rever ou alterar a sua análise em curto ou médio prazo.

Não é uma tarefa fácil cravar um preço para um ativo de renda variável, mas é sim possível acertar os movimentos de alta ou de baixa com alguma precisão se você utilizar algumas ferramentas de análise, de avaliação ou de estimação. É melhor lançar mão desses recursos para auxiliar na tomada de decisão do que ficar dando tiros no escuro e contar a intuição para realizar seus investimentos.


Marcos Nonaka é graduado em Controladoria e Finanças pela Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG e investidor entusiasta desde 2002 no mercado financeiro.

www.twitter.com/marcosnonaka twitter logo 35x35

Clique aqui para participar dos grupos sobre finanças no WhatsApp whatsapp logo 40x40 e no Telegram telegram logo 35x35.

C&F logo chanfrado 35x35Saiba aqui em que acreditamos
Saiba mais sobre este site (Disclaimer)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.