A análise gráfica funciona? Análise de Petrobrás (PETR4) – 01/06/2018

petr4 resistencia e suporte 14,90

Análise simples da Petrobras (PETR4) mostra resistência de R$ 14,90 formada em 06/05/2015, que foi testada como suporte em 15/12/2017 e está sendo respeitado hoje, 01/06/2018.

Abaixo atualização de hoje (08/06/2018) antes da abertura do pregão (clique nas imagens para ampliar).

petr4 martelo

Após testar o suporte de R$ 14,90 no dia 01/06/2018, PETR4 recuou e ontem, 07/06/2018, voltou a testar a região, novamente revertendo e formando um martelo. O martelo é uma figura de reversão e se torna mais forte quando situado numa região como essa, de suporte.

Além de estar numa zona de suporte, se observarmos pelo gráfico semanal é possível perceber a formação de uma pinça de fundo com aumento expressivo do volume nessa região.

petr4 semanal pinça de fundo

Observando o gráfico de 60 minutos veremos que se formou um fundo duplo. Outra figura de reversão, que tem mais força no gráfico diário e quanto mais próximos se encontram os fundos.

petr4 60 min ltb

É possível que haja uma correção dos preços da PETR4 antes de uma continuação ou prosseguimento do movimento baixista. O primeiro objetivo é a linha de tendência de baixa (LTB). E, se for confirmada a reversão e houver aumento da pressão compradora, os próximos objetivos serão R$ 17,80 com o novo movimento podendo se estender até R$ 20,70. No entanto, se for perdido o suporte em R$ 14,90 o movimento pode ceder até o objetivo imediato em R$ 13,40.


Marcos Nonaka é graduado em Controladoria e Finanças pela Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG e investidor entusiasta desde 2002 no mercado financeiro.

www.twitter.com/marcosnonaka twitter logo 35x35

Clique aqui para participar dos grupos sobre finanças no WhatsApp whatsapp logo 40x40 e no Telegram telegram logo 35x35.

C&F logo chanfrado 35x35Saiba aqui em que acreditamos
Saiba mais sobre este site (Disclaimer)

1 thought on “A análise gráfica funciona? Análise de Petrobrás (PETR4) – 01/06/2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.